Ensaio Geral - Imperatriz Corumbaense homenageia o “Garganta de Ouro do Pantanal”
Carnaval | Da redação | 12/02/2018 10h18

Imperatriz Corumbaense homenageia o “Garganta de Ouro do Pantanal”

Compartilhe:

O G.R.E.S. Imperatriz Corumbaense vai homenagear neste Carnaval um cantor local que lutou bastante pela vida logo após seu nascimento. “Durvalino, o Garganta de Ouro do Pantanal, dá o tom da Imperatriz” é o enredo da Escola de Samba que promete realizar um bom Carnaval e tentar subir no ranking das escolas. No ano passado, a Imperatriz alcançou a quarta colocação do Grupo de Acesso. Em 2018, ela será a penúltima a passar pela Passarela do Samba, sendo a quarta da segunda noite, 12 de fevereiro.

“Será uma homenagem à vida do Durvalino. Ele é um cidadão corumbaense que teve paralisia infantil e foi desenganado pelo médico. Ele ficou um ano internado, conseguiu sobreviver e hoje é funcionário público, há 35 anos trabalha como inspetor e atua na Escola Municipal Delcídio do Amaral. Ele também é um cantor da cidade que teve o prazer de ser convidado para fazer parte da dupla de Milionário e José Rico, mas, por amor à cidade e à mãe dele, que faz uma semana e meia que o deixou, não quis sair de Corumbá”, explicou Clemilson Medina, a Victória Lorrayne, presidente da Imperatriz Corumbaense.

A Escola de Samba vai levar para a Avenida cerca de 600 pessoas que vão desfilar ao som do samba-enredo composto por Victor Rafael e Pedrão, com auxílio de 70 ritmistas. A rainha de bateria será Cecília Santana. Serão 14 alas e 04 carros alegóricos. A porta-bandeira será Dayse e o mestre-sala Valdivino. A sede da Imperatriz Corumbaense fica localizada na rua República do Paraguai, nº 02, bairro Aeroporto.

“O público pode esperar da Imperatriz este ano um bom Carnaval, fazendo jus ao empenho da Prefeitura Municipal de Corumbá”, assegurou Victória Lorrayne. Compõe a direção da Imperatriz o presidente Clemilson Pereira Medina (Victória Lorrayne); vice-presidente Elissandra Marques; 1ª secretária Joaquina Pereira; 2ª secretária Gislaine Marques; 1º tesoureiro Riva Benzi; e 2º tesoureiro Rogério.

Ficha Técnica

Presidente: Victória Lorrayne

Carnavalesco: Jonilson Arguelho

Diretor de Carnaval: Alfredo de Sartory e Geraldo Albaneze

Enredo: “Durvalino, o Garganta de Ouro do Pantanal, dá o tom da Imperatriz”

Autor do Samba-Enredo: Victor Raphael e Pedrão

Mestre de Bateria: (ainda sem definição)

Ritmistas: 70

Rainha da Bateria: Cecília Santana

Alas: 14

Componentes: 600

Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Valdivino e Dayse

Carros Alegóricos: 04

Fundação: 22/02/2007

Confira o samba-enredo de 2018 da Imperatriz Corumbaense:

Cantarei em prosa e verso

O filho que o Cristo abençoou

Desde pequenino, o jovem menino

Os problemas superou

Se o destino trouxe atribulações

A força de vontade veio em forma de canções

Surge o “Garganta de Ouro”

Embalando as multidões

Surge o “Garganta de Ouro”

Conquistando nossos corações

Aquele desafio foi deixado para trás

Se via Durvalino nos botecos e quintais

Sua voz tão imponente

Dava brilho nos bordéis e festivais

Enchendo o coração de alegria

Abre as portas da esperança

Pra criança estudar

No peito traz a paixão de rubro-negro

Esse menino é nosso enredo

Na fé da Santa Mãe Aparecida

Pela longa estrada da vida

Vou correndo e não posso parar

Ao encontro da felicidade

Almejando o primeiro lugar

Canta, canta, no triciclo da alegria

Embalado pelas bênçãos do Senhor

Vem pro samba, é tempo de ser feliz

É Durvalino o tom da nossa Imperatriz

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS