Ensaio Geral - Efeito Hip Hop inicia segunda etapa com capacitação em 9 municípios
Uncategorized | Jeozadaque | 06/09/2011 13h11

Efeito Hip Hop inicia segunda etapa com capacitação em 9 municípios

Compartilhe:

O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, promove em setembro a segunda etapa do projeto de capacitação em dança de rua, “Efeito Hip Hop”. Aparecida do Taboado, Naviraí, Bonito, Três Lagoas, Corguinho, Coxim, Porto Murtinho e Aral Moreira recebem o projeto, que pretende aproximar, valorizar e estimular as iniciativas ligadas ao movimento Hip Hop por meio da dança e com o foco na organização burocrática para uma formalização profissional. Profissionais da dança selecionados por edital, Marcos Mattos, Edson Clair e Kleber Leonn realizam o projeto com o suporte de nove assistentes, escolhidos dentre os alunos do projeto. Eles ministram oficinas teóricas (história da dança de rua e organização burocrática dos grupos - orientação para elaboração de currículos, portfólios, ofícios, levantamento dos locais de apresentação e dos editais de eventos e financiamento) e práticas, que consiste em concepção de criação, criação coletiva; cuidado estético - trilha sonora, figurino e intenção de movimento. Segundo Américo Calheiros, presidente da Fundação de Cultura, o projeto facilita o acesso da juventude à dança como forma de expressão, estimula a criação de grupos de dança de rua no interior do Estado e aproxima os jovens de uma arte transformadora de vidas. As aulas seguem até dezembro. Um festival, programado para o dia 10 de dezembro, em Campo Grande, marca o encerramento das atividades do projeto. A apresentação promoverá o encontro dos resultados coreográficos dos grupos participantes. O trabalho também já pode ser acompanhado pela internet, através da página efeitohiphop.blogspot.com. O blog do projeto é uma ferramenta criada para que haja a integração entre os municípios e para que aumente a troca entre alunos e professores. “O projeto foi muito bem recebido pelos municípios e os professores estão se empenhando para que a oficina cumpra com seu objetivo. Observamos como a dança precisa ganhar força pelo interior do Estado. A procura pela oficina se deu na maioria dos municípios, por crianças e jovens iniciantes na dança, o que nos mostra a necessidade de mais oportunidades como essa”, explica Júlia Aissa, gestora do Núcleo de Dança da Fundação de Cultura. Confira os locais, horários e datas do projeto em setembro Aparecida do Taboado 10 e 11 setembro Local: Ginásio Floriscena Laurinda de Castro Horário: 8h – 12h e 14h – 18h Professor: Edson Clair Moreira Junior Naviraí 10 e 11 setembro Local: Barracão da Fundação Cultural de Naviraí Horário: 8h – 12h e 14h – 18h Professor: Kleber Leonn Moraes Azuaga Bonito 17 e 18 de setembro Local: Instituto Internacional Visão de Vida Horário: 8h – 12h e 14h – 18h Professor: Marcos Flávio de Matos Bezerra Porto Murtinho 17 e 18 setembro Local: Cineteatro Ney Machado Mesquita e Praça de eventos Horário: 8h – 12h e 14h – 18h Professor: Kleber Leonn Três Lagoas 24 e 25 de setembro Local: Ginásio de Esportes Cassilda Acre Rocha Horário: 8h – 12h e 14h – 18h Professor: Marcos Mattos Corguinho 24 e 25 de setembro Horário: 8h – 12h e 14h – 18h Professor: Kleber Leonn Da Redação/Com Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS