Turismo | Da redação | 18/05/2017 09h17

Alunos de Turismo realizam bazar de livros usados na ESAN

Compartilhe:

Acadêmicos do curso de Turismo estão fazendo um bazar de livros usados ontem, 17, no espaço de convivência (bloco B) da Escola Superior de Administração e Negócios (ESAN). Os livros serão vendidos a preços baixos, com o objetivo de angariar recursos para a primeira viagem fora do estado da turma.

Os 850 livros foram doados pelo professor do curso de Turismo, Noslin de Paula Almeida, que percebeu que os alunos estavam precisando mais que ele, então achou que seria mais útil doar. “Eu tinha muitos livros em casa que os alunos sempre pediam emprestado, achei que era o momento de doar, pois, dessa forma, mais pessoas poderiam usar”, explicou o professor.

Como o curso é novo e ainda não tem um Centro Acadêmico, o professor achou mais justo doar para a turma toda, do que selecionar alguns. Os alunos, que estão com uma viagem marcada para São Paulo, no final de maio, já tinham o ônibus com motorista, disponibilizado pela UFMS, mas ainda precisam de recursos para alimentação e outras despesas. Assim que receberam os livros, decidiram fazer um bazar entre os próprios alunos do curso para conseguir juntar o dinheiro. “A maioria dos livros são de Turismo, mas temos também livros de idiomas, Geografia e Administração. A ideia é vender a preços baixos para que todos possam comprar, já que são livros muito usados na graduação”, explicou o acadêmico Jhuan Caramalac, um dos idealizadores do bazar.

De acordo com o professor Erick Pusck Wilke, do curso de Turismo, a iniciativa é um exemplo de como ações de cooperação podem contribuir para a formação acadêmica e profissional do aluno. “A ação vai além do que consta no projeto pedagógico do curso. Os alunos aprendem a desenvolver habilidades de negociação, de relações interpessoais, além da percepção de que a conquista vem por meio da dedicação”, declarou.

Wilke disse ainda, que se o resultado da ação for positivo, o objetivo é transformá-la num projeto de ensino, para que o bazar se torne permanente no curso de Turismo.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS