"/>
Teatro | Com Sesc/SP | 07/04/2021 10h26

Teatro "Em Casa com Sesc" recebe novo espetáculo nesta quarta

Compartilhe:

No ar desde maio do ano passado, a programação Teatro #EmCasaComSesc segue em 2021 com espetáculos diversificados, sempre mesclando artistas, companhias e grupos consagrados no cenário brasileiro com as novas apostas. As apresentações seguem às quartas-feiras e aos domingos, sempre às 19h, no Instagram Sesc Ao Vivo e no YouTube Sesc São Paulo .

Em conformidade ao anúncio do Governo de São Paulo, que reclassificou todo o estado para a fase mais restritiva da quarentena onde são permitidas apenas atividades essenciais, as transmissões do #EmCasaComSesc serão realizadas da residência ou estúdio de trabalho dos artistas, seguindo todos os protocolos de segurança.

Nesta quarta-feira (7), dia do Teatro #EmCasaComSesc, a atriz Suzan Damasceno apresenta direto de São Paulo o monólogo "A Obscena Senhora D", baseado na obra de Hilda Hilst (1930-2004). Concebida e dirigida por Suzan e com direção geral de Donizeti Mazonas e Rosi Campos, a montagem conta a história de Hille, apelidada pelo marido Ehud de Senhora D (D de derrelição). Aos sessenta anos de idade, ela decide viver num vão de escada, onde se entrega a uma busca incessante pelo sentido das coisas. Em seu espaço diminuto, a Senhora D revive momentos da relação com o marido, recentemente falecido, busca a compreensão do sagrado e chafurda os limites da sanidade ao confrontar-se com a velhice, o abandono, a ruína, o absurdo contido na sucessão dos dias e a própria morte. Após a exibição, acontece um bate-papo com Suzan mediado pela atriz Fernanda Gonçalves. Classificação indicativa: 16 anos.

Domingo (11), a série Teatro #EmCasaComSesc recebe Fernanda Dias, Ana Paula Black e Beá no espetáculo "Meus Cabelos de Baobá", com direção de Vilma Melo e transmissão direto do Rio de Janeiro. A história se desenvolve em torno de diálogos da Rainha Dandaluanda com o Baobá, árvore milenar de origem africana, que a ensina sobre os valores africanos e desperta sua autoestima: primeiro, como menina; em seguida, como mulher e, finalmente, como rainha, consciente de sua beleza singular, de sua força ancestral e de sua identidade negra. A adaptação é costurada por textos da poeta Conceição Evaristo. Após a exibição, acontece um bate-papo com a atriz Fernanda Dias. Classificação indicativa: 16 anos

Agenda de 07 a 11 de abril:

07/04, quarta-feira, 19h
Suzan Damasceno em "A Obscena Senhora D"
Classificação indicativa: 16 anos.

11/04, domingo, 19h
Fernanda Dias, Ana Paula Black e Beá em "Meus Cabelos de Baobá"
Classificação indicativa: 16 anos

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS