Ensaio Geral - Audiência cria na AL comissão permanente voltada para Cultura
Projetos | Da redação | 23/05/2017 10h36

Audiência cria na AL comissão permanente voltada para Cultura

Compartilhe:

Na tarde da última quinta-feira (18), ocorreu a audiência pública “Política Estadual da Cultura e Aplicação dos Recursos Públicos – Nossa cultura mais transparente e com um Estado atuante”, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Um dos encaminhamentos da audiência foi a sugestão da criação de uma comissão permanente na Casa de Leis voltada somente para a área da cultura.

Estiveram presentes o secretário de Cultura e Cidadania (SECC) e presidente da Fundação de Cultura do MS, Athayde Nery e o superintendente do Fundo de Investimentos Culturais (FIC), Ricardo Maia.

Athayde destacou ter como objetivo ajudar na melhoria da pasta que assumiu. “A cultura precisa desse movimento, dessa cobrança e me coloco a disposição para dialogar e encaro tudo isso como um desafio”, declarou o secretário.

A presidente do Fórum Estadual da Cultura, Fernanda Teixeira, lembrou da necessidade do Estado cumprir com o seu papel. “Estamos aqui com a finalidade de lembrar que a lei deve cumprida. Nosso desejo é que o Executivo Estadual cumpra o seu papel que é o de garantir a cultura para a sociedade é isso que queremos. Pedimos por transparência nas ações em relação a cultura. Não queremos participar somente da abertura dos eventos, queremos estar presentes nas discussões também”, enfatizou a presidente.

“Somos uma fonte de recursos porque quando movimentamos um teatro, utilizamos outros profissionais, como figurinista, um iluminador, entre tantos outros. Nós geramos renda e movimento para a sociedade”, explicou a representante do colegiado setorial do teatro, Fernanda Kunzler.

Estiveram presentes ainda o representante do colegiado setorial da música, Jerry Espíndola, a representante da Associação Estadual de Artesãos, Bia Barros, a representante da Sociedade Civil no Conselho Estadual da Cultura, Romilda Neto Pizani, o representante do colegiado setorial indígena, Dionédison Terena, além de outros atuantes na área.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS