Programação | Da redação/com Midiamax | 14/04/2014 10h11

Festival da América do Sul homenageará artistas

Compartilhe:

Campo Grande (MS) - Em sua 11ª edição o Festival América do Sul deste ano homenageia a arte e a cultura de Mato Grosso do Sul e do mundo através da literatura e da música de Lobivar Barros de Matos, Aurélio Miranda e Horácio Ferrer.

Com o tema "Sinta a Arte, Viva a Cultura" o 11º Festival América do Sul acontecerá de 30 de abril a 4 de maio na cidade de Corumbá reunindo artistas da música, teatro, dança, literatura, cinema, artes plásticas, artesanato, palestras e oficinas.

As homenagens deste Festival vão contar a história e mostrar a arte do corumbaense Lobivar Barros de Matos. Falecido aos 32 anos o escritor modernista deixou de legado para sua gente toda sua composição poética.

Depois de ter se formado na Faculdade Nacional de Direito, no Rio de Janeiro, ele volta a sua Corumbá na década de 1940 tornando-se conhecido como voz popular no jornal da cidade, intermediando as várias revindicações sociais da região.

Movido por uma poética totalmente regional Lobivar foi responsável por escrever livros poéticos com destaque para as obras Areôtorare – poemas boróros de 1935 e Sarobá do ano de 1936. Sua obra era composta de versos livres e de disposição gráfico-espacial que crivam imagens. Sua paixão por Corumbá também era retratada nos poemas que falavam da beleza da Cidade Branca, sendo lembrado até os dias atuais por sua atividade criadora.

Mais homenageados

O 11º Festival América do Sul também vai trazer homenagens à música sul-mato-grossense e nacional. O compositor, instrumentista e intérprete da música de viola Aurélio Miranda também será homenageado. Ele é conhecido nacionalmente como compositor e defensor da música regional com mais de 300 obras gravadas por artistas regionais e nacionais.

Com composições que falam do Estado de Mato Grosso do Sul e do Pantanal sul-mato-grossense Aurélio Miranda encantou a todos com canções como: Estrada De Chão, Proibidos De Amar, Chão Da Saudade, Flor Da Fronteira e Mulher Pantaneira entre tantas outras.

O Festival continua sua homenagem à música com o escritor, poeta e historiador argentino Horácio Ferrer. Ele escreveu mais de duzentas canções, vários livros de poesia e ficou conhecido como grande historiador do tango uruguaio. É especialmente famoso por tangos canções e é responsável por uma das 100 melhores músicas latinas da história, a canção " Balada para un loco ".

Horácio é amante das paixões populares, é um fã do Huracán na Argentina e Defensor Sporting do Uruguai e é presidente da Academia Nacional de Tango na Argentina.



VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS