Ensaio Geral - Missa e apresentações culturais marcam os 201 anos de Dom Bosco
Outros | Da redação | 16/08/2016 14h23

Missa e apresentações culturais marcam os 201 anos de Dom Bosco

Compartilhe:

A comunidade salesiana de Corumbá está comemorando nesta terça-feira, 16 de agosto, os 201 anos de nascimento de São João Bosco, conhecido no catolicismo como “Pai e Mestre da Juventude”. A data foi marcada por uma missa conduzida pelo bispo diocesano Dom Segismundo Martínez Álvarez acompanhado pelos padres Valdomiro, Rosalino e Eduardo, seguida de apresentações culturais.

A celebração aconteceu no ginásio da Escola Dom Bosco e contou com as presenças de diversas autoridades, entre elas o prefeito de Corumbá Paulo Duarte, bem como alunos daquele estabelecimento de ensino.

Durante a missa, Dom Martínez se dirigiu aos alunos, lembrando que agosto é um mês vocacional, mês que todos devem refletir sobre a própria vocação, sonhar e buscar este sonho. Citou como exemplo o atleta Thiago Braz que na noite de segunda-feira, conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas do Rio, no salto com vara: ”ele lutou para conseguir seu sonho. Ele ontem estava feliz. Valeu a pena o seu sacrifício”.

Dom Martínez comentou que “com Dom Bosco foi da mesma forma. Ele buscou realizar o seu sonho, trabalhou, estudou nove anos para ser padre e cuidar dos pequenos. Para isso teve que lutar, trabalhar, estudar muito”, ressaltou para, em seguida, lembrar o saudoso Padre Ernesto Sassida que também lutou e trabalhou muito para fundar a Cidade Dom Bosco, e pedir aos alunos para que eles continuem firme nos estudos, e que persigam seus sonhos.

O prefeito corumbaense destacou o momento como “especial” para a família salesiana e também para Corumbá. Ex-aluno de escola salesiana, Duarte lembrou que Dom Bosco se identificava muito com “as crianças, com os adolescentes e com os jovens” é que é preciso ter sempre “espírito e alma jovem como Dom Bosco, como o padre Ernesto Sassida que também se preocupava com as crianças, adolescentes e os jovens”.
Finalizou dizendo que as crianças, adolescentes e jovens devem sempre se pautar nos três “f”: “força para lutar; foco nos objetivos e nos seus sonhos, e a fé, que é preciso tem sempre”.

A celebração foi encerrada com apresentações culturais com participação de crianças da Escola Dom Bosco, da Oficina de Dança da Prefeitura e também do Moinho Cultural Sul-Americano.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS