Homenagem | Jeozadaque | 22/09/2009 16h24

Lei obriga escolas particulares e públicas e executar o Hino Nacional Brasileiro

Compartilhe:

644_19420_8603Agora é “Lei”! O vice-presidente do Brasil, José Alencar, sancionou na última segunda-feira (21/09), a lei que obriga as instituições de ensino, públicas e privadas, a executar pelo menos uma vez por semana o "Hino Nacional Brasileiro". As informações foram divulgadas no Diário Oficial da União desta terça-feira (22/09), e passam a valer a partir de hoje. Não é de agora que sempre que pedimos para alguém entoar o Hino Nacional Brasileiro uma ou duas estrofes saem meio “incompletas”. Um exemplo é assistir ao início de uma partida de futebol com os nossos atletas, o resultado é um verdadeiro vexame, uns ainda tremem os lábios para fingir que sabe uma ou duas palavras, já outros nem se arriscam. No início do mês, um vídeo com a cantora “Vanusa” foi um dos mais acessados no “You Tube”, onde a cantora desafina e erra quase toda a letra do hino. Após o material ser veiculado em todo o país, Vanusa disse que estava sob o efeito de remédios, por isso errou a letra. Até que é convincente, pois a cantora estava com uma cópia do hino e mesmo assim não conseguiu acompanhar. Exemplo em Campo Grande Apesar da lei ter sido aprovada hoje, na Capital, a Escola Municipal Professora Maria Tereza, localizada no bairro Santa Emília, há cerca de cinco anos executa semanalmente o Hino Nacional Brasileiro. Todas às quartas-feiras, antes do início das aulas, os alunos se reúnem, juntamente com os professores, para a execução do hino. Para a professora Márcia Regina, que leciona na escola municipal Professora Maria Tereza, o ato é “Exercer a cidadania, ensinar nossas crianças desde cedo. Isso é cultura”, diz a professora. Em datas comemorativas a entidade educacional ainda interpreta outros hinos como no Dia da Bandeira, Dia do Soldado, Independência do Brasil, aniversário de Campo Grande e Divisão do Estado. Foto: Divulgação Por Luciana Navarro

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS