Ensaio Geral - Prefeitura quer levar Orquestra à Esplanada Ferroviária e escolas
Orquestra | Da redação | 12/05/2017 09h40

Prefeitura quer levar Orquestra à Esplanada Ferroviária e escolas

Compartilhe:

Na noite dessa quarta-feira (11), o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad e a secretária municipal de Cultura e Turismo, Nilde Brun, tiveram a oportunidade de apreciar a potencialidade da Orquestra Sinfônica Municipal de Campo Grande, durante o ensaio, e anunciaram que, em pouco tempo, a Orquestra voltará a participar de concertos, além de realizar apresentações na Esplanada Ferroviária, Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), escolas, entre outros locais da Capital.

“A música é uma terapia para a alma”, quem nunca ouviu essa frase e de fato consegue acalmar a mente e o coração? São inúmeros os relatos de pessoas que já provaram do poder curador da música e, por isso a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) estuda levar a Orquestra Sinfônica para diversos pontos da cidade.

“Minha vinda neste ensaio é um gesto de valorização desta arte e nós não podemos ficar distante deles. Eles [músicos] superaram desafios, vamos mostrar que, com dedicação e perseverança, as vitórias acontecerão”, enfatizou Marquinhos.

Nilde Brun, por sua vez, comentou que quer abrir as portas do espaço da Museologia, local onde a Orquestra realiza ensaios, para o público prestigiar o som dos violinos, flautas e outros instrumentos utilizados pela Sinfônica.

“Pensamos em realizar uma apresentação por mês na Esplanada Ferroviária, levar aos bairros e aos Centros de Referência de Assistência Social, entre outros locais. Queremos dar essa alegria para Campo Grande”, concluiu Nilde.

“Glória”, de Antonio Vivaldi e “Dança Húngara número cinco” de Johannes Brahm foram as peças apresentadas durante o ensaio de ontem da Orquestra, que também contou com a presença de músicos convidados.

O maestro da Orquestra, Eduardo Martinelli destaca que tem a expectativa de ver a Orquestra voltar a ter concertos da forma como era feita há tempos atrás. “Temos um grande acervo de matérias que saíram na imprensa a respeito do nosso trabalho, mas infelizmente isso parou há dois anos. Estamos trabalhando com a Sectur para resgatar essa valorização”, completou Martinelli.

A Orquestra Sinfônica Municipal foi implantada em 2007 e, atualmente, conta com 15 integrantes.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS