Ensaio Geral - Marco terá curso de arte contemporânea
Inscrições | da redação/com Assessoria | 13/11/2014 14h53

Marco terá curso de arte contemporânea

Compartilhe:

Campo Grande (MS) – a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul realiza no dia 20 de novembro (quinta), às 13h30, no Marco - Museu de Arte Contemporânea o curso Modos de exibir: coleções e arte contemporânea, com o professor doutor da Universidade de Brasília Emerson Dionísio Gomes de Oliveira.

Qual a relação entre as políticas de aquisição que norteiam a assimilação de obras de arte por museus brasileiros e a reapresentação dessas mesmas pelas instituições? Como funcionam o colecionismo público e privado na atualidade? Qual a história da prática de colecionar? São perguntas debatidas ao longo do curso.

O professor fará uma aproximação, por meio da História da Arte, das relações que compreendem o conceito de aquisição e a reapresentação de uma obra artística; a avaliação sobre como colecionadores instruem sua seleção, coleções dedicadas à salvaguarda, geralmente codificadas e classificadas como pertencentes ao heterogêneo vocabulário da arte moderna e de sua sucessora, a arte contemporânea e, simultaneamente, apontar como a produção de arte responde as estratégias de circulação e colecionamento das instituições e dos colecionadores privados.

Para tal o professor fará com que os participantes se aproximem das obras buscando nelas indícios dos sistemas de registro e de documentação, dos modelos de circulação e de interação, dos discursos expositivos e das narrativas historiográficas.

Emerson Dionisio Gomes de Oliveira é ex-diretor do Museu de Arte Contemporânea de Campinas. Mestre em História da Arte e da Cultura pela Unicamp e doutor em História pela Universidade de Brasília, onde atua no Programa de Pós-Graduação em Arte na linha de Teoria e História da Arte e professor consorciado do curso de Museologia. Editor da Revista Museologia & Interdisciplinaridade.

Membro do Conselho Deliberativo do Comitê Brasileiro de História da Arte, desenvolve junto ao Grupo de Pesquisa História da Arte - modos de ver, exibir e compreender o projeto “Registro e reapresentação dos acervos de arte brasileiros: análise comparativa”, com apoio do CNPq. Participa do Conselho do Patrimônio Museológico do Instituto Brasileiro de Museus. Autor de “Museus de Fora” (2010) e Instituições da Arte (2012) pela Editora Zouk.

Serviço: O curso é gratuito e acontecerá no dia 20 de novembro (quinta-feira), das 13h30 às 17h30 no auditório do Marco. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (67) 3326-7449.

 

O Museu de Arte Contemporânea fica na Rua Antônio Maria Coelho, nº 6000, no Parque das Nações Indígenas. Funciona de terça a sexta-feira, das 12h às 18 horas e aos sábados e domingos das 14h às 18 horas.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS