Ensaio Geral - ‘Caça’ aos Pokémons movimenta pontos turísticos de Campo Grande e tem agenda para este final de semana
Games | Da redação | 13/08/2016 06h46

‘Caça’ aos Pokémons movimenta pontos turísticos de Campo Grande e tem agenda para este final de semana

Compartilhe:

Lançado no início do mês no Brasil, o jogo Pokémon Go está gerando agitação no mundo todo. Isso porque, o game requer que o usuário ande pela cidade para encontrar os monstrinhos. O aplicativo tem como recurso a localização via GPS de cada dispositivo. A brincadeira tem movimentado diversos espaços públicos em Campo Grande, como o Parque das Nações Indígenas, Horto Florestal, Belmar Fidalgo e Parque Ecológico Sóter.

No Parque das Nações Indígenas, considerado um dos maiores parques em perímetro urbano no mundo, os ávidos jogadores se concentram para capturar o maior número de monstrinhos e aumentar sua coleção. Visualizados por meio da câmera do celular com a tecnologia chamada realidade aumentada, o usuário deve caminhar em tempo real no espaço físico para conseguir capturar os Pokémons.

O aplicativo disponibiliza uma variedade diferente de Pokémons em inúmeros lugares. Ou seja, para ter uma coleção completa o usuário deverá viajar o mundo procurando por tipos diferentes que não terão na sua cidade.

Com a chegada do aplicativo, vários fãs estão organizando eventos através de grupos nas redes sociais. Neste final de semana continua a caçada, estão confirmados dois encontros no Parque das Nações. Um deles é o 1º Encontro de Pokémons em Campo Grande que será neste sábado (13) a partir das 15 horas. Mais de 1.700 pessoas já confirmaram presença. Além da caçada, o evento proporciona que os jogadores se conheçam e socializem. Ótimo lugar para as famílias se divertirem, onde os pais podem aproveitar para uma atividade física diferente com os filhos.

Localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, o Parque das Nações Indígenas é um dos principais pontos de encontro de famílias e praticantes de esportes, como corridas, caminhadas e a nova modalidade muito praticada pelo Brasil afora, o Stand Up Paddle (SUP). Além de proporcionar uma das paisagens mais belas da cidade, o local preserva ao mesmo tempo o verde e o colorido dos ipês floridos, além de diferentes espécies de animais como capivaras, quatis e inúmeras aves como a coruja, quero-quero, araras, entre outras. Ao amanhecer ou ao entardecer é possível observar araras-canindé e tucanos voando pelos céus de Campo Grande em um espetáculo visual de cores belíssimo.

Agora fica a dica para os usuários do aplicativo e seus familiares para conhecerem os vários pontos turísticos da capital, que devem ser ótimos pontos para a caçada aos Pokémons e os famosos *pokéStops.

*PokéStops: Essas paradas são locais nos quais o usuário pode conseguir itens importantes gratuitamente. Elas aparecem em destaque no mapa e permitem que você consiga PokéBolas (objeto de captura do Pokémon) sem precisar gastar dinheiro. Como o jogo é baseado em geolocalização, você precisará andar até a PokéStop mais próxima.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS