Ensaio Geral - Matiilha impressiona público com performance instigante no Fasp
Festival América do Sul | Da redação | 16/11/2016 13h42

Matiilha impressiona público com performance instigante no Fasp

Compartilhe:

Aos poucos o público foi se aproximando e logo centenas de pessoas se aglomeraram no Porto Geral a poucos metros do Rio Paraguai na tarde deste domingo (13/11) para assistir Matiilha, do Grupo Expressão de Rua. É a primeira vez que o grupo se apresenta no Festival América do Sul Pantanal.

Matiilha tem os movimentos da dança de rua. É marcante e forte. A trilha sonora instiga os sentimentos que ficam aflorados. As sensações de domínio, conquista, sedução ficam em evidência entre os cinco dançarinos que abusam do improviso para compor os passos. Há também a percepção de um jogo, onde os instintos mais selvagens vêm à tona. Metaforicamente, são quatro machos delimitando o território onde uma única fêmea luta para garantir espaço dentro do grupo.

A única dançarina no espetáculo, Jackeline Mourão, que está há 8 anos na Companhia, falou da recompensa mesmo com sacrifício ao exercer sua arte, “dançar nesse calor de Corumbá, fisicamente é exaustivo, mas ao mesmo tempo gratificante, porque a gente percebe que o espetáculo é bem aceito e que as pessoas são tocadas por ele de alguma forma”, ressalta Mourão.

A contadora Norma Luci de Melo de 46 anos, levou o sobrinho de cinco para assistir ao espetáculo, “muito bom, principalmente a expressão corporal. Muito forte! Muito bonito!”, elogiou Melo. Já a professora de dança, Sara Melo, disse já conhecer o espetáculo porque os integrantes são seus amigos, mas deu uma definição do que viu, “é muito forte porque eles conseguem demonstrar o domínio através de uma expressão corporal relacionado à dança de rua como uma matilha de lobos”. O espetáculo também agradou crianças como o Leandro do Vale Alencar de 10 anos, “achei legal, eles fazem umas cambalhotas que eu não consigo fazer”.

Para Marcos Mattos, diretor do grupo Expressão de Rua, estar no festival amadurece o grupo e ainda aponta um dos aspectos positivos do evento, “é um canal de escoamento das produções artísticas de Mato Grosso do Sul”.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS