Ensaio Geral - Uma praça, uma igreja e o palhaço no 1/2 da rua faz apresentações pelo interior
Teatro | Jeozadaque | 27/05/2011 09h28

Uma praça, uma igreja e o palhaço no 1/2 da rua faz apresentações pelo interior

Compartilhe:

O Circo do Mato – Grupo de Artes Cênicas, com sede em Campo Grande/MS, realizará no próximo final de semana o projeto “Uma praça, uma igreja e o palhaço no 1/2 da rua: uma identidade em formação”. O Projeto foi contemplado pelo Prêmio Artes Cênicas nas Ruas, da Fundação Nacional de Artes – FUNARTE e Ministério da Cultura. Consiste na realização de apresentações do espetáculo “O Palhaço no ½ da Rua”, seguidas de um debate e discussão sobre a identidade cultural de MS, em seis municípios da região do Vale do Ivinhema no estado de Mato Grosso do Sul, sendo estes: Bataguassu, Anaurilândia, Batayporã, Nova Andradina, Taquarussu e Ivinhema; municípios pertencentes ao território da cidadania.  O projeto a ser apresentado conta com a importante parceria dos municípios anfitriões. O grupo tem como objetivo, promover debates sobre a formação da identidade artística e cultural, com ênfase na linguagem dos artistas de rua e na palhaçaria, a fim de fomentar discussões sobre a identidade cultural de Mato Grosso do Sul; divulgar a produção de teatro de rua e a palhaçaria produzidos no estado e ainda, possibilitar que cidades que ainda não possuem infra-estrutura para receber espetáculos teatrais possam ser contempladas com os mesmos, fomentando a formação de público. Os debates serão gravados em vídeo digital para documentar a experiência. O trabalho a ser apresentado é um espetáculo de Circo-Teatro de Rua, de simples assimilação, intitulado “O Palhaço no ½ da rua”. É um trabalho que dialoga diretamente com o circo, com a arte do palhaço e também constituído de música e teatro; o espetáculo é lírico, poético, esteticamente marcado para relembrar os tradicionais circos brasileiros e suas pequenas famílias circenses. Através da chegada de uma Charanga (banda circense), que invade o espaço com cantorias e pequenos números de baile, encena o espetáculo, mescla de quadros esquetes e números circenses; um espetáculo que conta com a interação do público. É um projeto de resgate da manifestação circense, genuinamente brasileira. No elenco: Aline Duenha, Mauro Guimarães e Yago Garcia; com produção executiva de Laila Pulchério; concepção e direção coletiva. O grupo acaba de chegar do Equador onde representou o Brasil com este mesmo espetáculo no VI Festival Internacional de Teatro de San Gabriel, cidade localizada ao norte do país; este mesmo trabalho já participou de festivais no Brasil, Bolívia, Peru, Paraguai e Colômbia. As apresentações  são gratuitos, para todas as idades e nas principais praças da cidade. No próximo final de semana é a vez de: Anaurilândia – dia 28 de maio – 15h Bataguassu – dia 28 de maio – 20h Taquarussu – dia 29 de maio – 20h Maiores informações: Laila 9912-1420/ Yago 9236-1849 Nova Andradina -  Raphael 9667-2109 Batayporã – Be 9251-9257 Ivinhema -  Ricardo 8406-4841 Anaurilândia – Paulo 3445-1113/ 9663-2861 Bataguassu – Tatiane 9633-8952 Da Redação

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS