Ensaio Geral - Decreto reorganiza o Coral dos Servidores do Poder Executivo
Coral | Da redação | 01/11/2016 14h01

Decreto reorganiza o Coral dos Servidores do Poder Executivo

Compartilhe:

Para garantir alguns benefícios como o abono de cinco horas semanais para ensaio, suporte de equipe técnica integrada com regente, tecladista, preparador vocal e instrumentista além do pagamento de vantagem pecuniária no valor de R$ 250 mensais aos integrantes do Coral dos Servidores Públicos do Poder Executivo de Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado publicou nesta terça-feira (01), o Decreto n. 14.584. O documento foi assinado pelo Governador Reinaldo Azambuja e pelo Secretário interino da SAD, Édio de Souza Viégas durante as comemorações do Mês do Servidor.

O documento estabelece que o Coral dos Servidores será composto por no mínimo 20 integrantes e no máximo 40 servidores. Os coralistas serão selecionados mediante edital de recrutamento da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) e escolhidos pelo regente.

Ainda de acordo com o texto, o servidor que integrar o Coral terá abonadas cinco horas de trabalho por semana para participar de ensaios e apresentações, mas terá o compromisso de manter uma frequência mínima de 70% nas atividades como condição de usufruto do direito ao pagamento de vantagem pecuniária.

A grande novidade, segundo o titular da SAD, Édio Viégas, será na parte estrutural. Além de um espaço exclusivo para os ensaios no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, o Coral passará a contar com uma equipe técnica composta por um regente, profissional responsável pela direção artística, um preparador vocal que terá a missão de realizar o aquecimento e preparação vocal dos integrantes e um tecladista/ instrumentista, músico com a responsabilidade de criar arranjos e executar as peças musicais, além de apoio operacional para prestar assistência nas rotinas administrativas.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS