Ensaio Geral - Escola conta a história da bailarina Ana Paula Honório
Carnaval | Da redação | 12/02/2018 11h00

Escola conta a história da bailarina Ana Paula Honório

Compartilhe:

A história da bailarina Ana Paula Honório será tema do enredo do G.R.E.S. Estação Primeira do Pantanal neste Carnaval. A Escola de Samba será a primeira a se apresentar no segundo dia de desfiles, nesta segunda-feira, 12 de fevereiro. A própria homenageada será a responsável pela comissão de frente. “Abram-se as cortinas que o espetáculo vai começar, a Estação Primeira apresenta Ana Paula Honório” é o enredo que contou com Victor Rafael para compor o samba.

“Esse ano, o público pode esperar muita coisa diferente. Vamos fazer um espetáculo na avenida”, afirmou Valber Pierre Messias, presidente da Estação Primeira do Pantanal. No ano passado, a escola foi a campeã do Grupo de Acesso com enredo sobre o promoter João Batista, mais conhecido como JB. Victor Raphael foi o responsável pelo samba-enredo de 2018 e o mestre de bateria é o Margigley Santana. Serão 70 ritmistas e a rainha de bateria é a Joice Bruno. Kelvin de Jesus e Mari Bruno são mestre-sala e porta-bandeira.

A Estação Primeira do Pantanal contará com aproximadamente 750 componentes que estarão distribuídos em 18 alas e 03 carros alegóricos. Fundada em 2011, a agremiação carnavalesca tem como diretora Marciana Santana e vice-presidente Tiago Costa. A escola está situada na rua São Judas Tadeu, nº 210, bairro Maria Leite. 

Ficha Técnica

Presidente: Valber Pierre Messias

Diretor de Carnaval: Marciana Santana

Enredo: “Abram-se as cortinas que o espetáculo vai começar, a Estação Primeira apresenta Ana Paula Honório”

Autor do Samba-Enredo: Victor Raphael

Mestre de Bateria: Margigley Santana

Ritmistas: 70

Rainha da Bateria: Joice Bruno

Alas: 18

Componentes: 750

Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Kelvin de Jesus e Mari Bruno

Carros Alegóricos: 03

Fundação: 30/04/2011

Confira o samba-enredo de 2018 da Estação Primeira do Pantanal:

Bate, bate coração, em 8 tempos

A emoção vai me guiar

Estação Primeira é paixão

Na passarela a alegria de dançar

Na ponta dos pés, dançando balé

Começa o encanto da menina

Que desabrochou tal qual a flor

Viu no jazz o seu amor

Talento emanado da inspiração

Do oriente veio a dança que a conquistou

Ah, mulher

Seu corpo é livre pra bailar

Nas expressões cortar o ar

Pro sonho se realizar

Brilha uma luz no cenário cultural

Ana Paula Honório apaixona o Pantanal

Viagem pelo culto ao movimento

Esbanja sincronia pelos versos da canção

Seja como gato no telhado

Ou então um bom soldado

Que perdeu o coração

Um mundo de magia se eleva

O estúdio é como OZ, onde tudo há de poder

Ana, a dança lhe ama

Maria Leite te aclama

Nessa avenida vem lhe agradecer

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS