Arquitetura | Da redação/com Campo Grande News | 14/06/2014 12h55

Móveis velhos, desgastados, fogem da estética planejada com alma e história

Compartilhe:

Campo Grande (MS) - Na maioria das vezes, a principal busca em lojas de móveis usados é por aquilo que, apesar de já ter passado pelas mãos de alguém, permanece intacto.

Em ruas como a Cândido Mariano, a Júlio de Castilhos ou na avenida Marques de Pombal, pontos tradicionais de venda de usados em Campo Grande, a arte de garimpar objetos pode seguir o caminho contrário e mesmo assim conquistar "achados" para transformar a relação com a casa.

Cadeiras de ferro com a pintura desgastada ou peças de madeira que já perderam o brilho, ganham outro status se o moradores estiver disposto a encampar uma estética pouco convencional nos dias de armários planejados. O bom é que, além de baratos, esses móveis velhos se dão bem, inclusive, em pequenos ambientes. 

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS