Ensaio Geral - Memorial do Centenário da Imigração Japonesa em MS será inaugurado nesta quinta-feira
Antiguidades | Da redação/com Midiamax | 11/08/2014 16h26

Memorial do Centenário da Imigração Japonesa em MS será inaugurado nesta quinta-feira

Compartilhe:

Campo Grande (MS) - No cruzamento das Avenidas Calógeras e Mato Grosso muitas histórias de imigrantes aconteceram. Exatamente ali, há cerca de 100 anos chegavam vagões e mais vagões com imigrantes japoneses. E para simbolizar a importância deste fato histórico para a composição de Campo Grande, a comunidade nipônica inaugura nesta quarta-feira (13), às 18h, o Memorial do Centenário da Imigração Japonesa.

O símbolo será um marco na história da Capital Sul-Mato-Grossense. Cinquentas autoridades de Okinawa, Ilha do Japão, e outros 50 diretores de associações nipos do Brasil e da Bolívia participarão do evento em alusão a esse momento comemorativo.

Os descendentes japoneses preparam também uma mostra de fotografias com o acervo da Associação Okinawa do Brasil da culinária japonesa, no Armazém Cultural, e participam do Festival do Sobá, na Feira Central. “A exposição de fotos será aberta após a inauguração do Memorial”, explica o presidente da Associação Okinawa de Campo Grande, Nilton Kiyoshi Shirado.

Pioneiros

Os primeiros imigrantes japoneses vieram para a construção da estrada de ferro que completa 100 anos neste mês. Por isso, segundo Shirado, o vice-governador de Okinawa e 17 prefeitos de lá estarão prestigiando o evento. “Os okinawanos vêem Mato Grosso do Sul como um Estado irmão, onde há descendentes de Okinawa”, enfatiza Shirado.

Autoridades

Os grupos serão recebidos pelo governador André Puccinelli, nesta quarta-feira com almoço. Os japoneses também farão visitas ao Museu Dom Bosco e às obras do Aquário do Pantanal.

Na quinta-feira, a comitiva será recebida pelo prefeito da Capital Gilmar Olarte também com almoço e, à tarde, haverá o encontro entres os Estados Irmãos Mato Grosso do Sul e Okinawa, na Associação Okinawa de Campo Grande, com exposições de painéis sobre o cenário econômico dos dois Estados.

No encerramento das atividades, está programado um jantar de confraternização. “É uma oportunidade de agradecer à Campo Grande e ao Estado de Mato Grosso do Sul tudo o que fizeram por nossos ancestrais, os primeiros imigrantes. Nesse encontro, esperamos que o potencial turístico de Mato Grosso do Sul seja divulgado e possa atrair mais japoneses e investimentos para o nosso Estado”, comentou o presidente da Associação Okinawa, Nilton Kiyoshi Shirado. 

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS