Ensaio Geral - Feira de Antiguidades comemora dois anos de existência
Antiguidades | Da redação | 15/08/2016 14h26

Feira de Antiguidades comemora dois anos de existência

Compartilhe:

Neste domingo (14) a feira de Antiguidades completou dois anos de existência em Campo Grande. A feira que já se tornou tradição na cidade, veio com um diferencial que possibilita aos visitantes um resgate histórico, cultural e social com a comercialização de objetos antigos de decoração, móveis, relógios, discos de vinil, livros raros, coleções de carros em miniaturas, exposição de veículos antigos, entre outros.

A Feira de Antiguidades foi idealizada pelo Vereador Edil Albuquerque que na época secretário da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e do Agronegócio) criou a feira por meio da Lei complementar n° 348/13 com o objetivo de trazer para a Capital mais um ponto turístico, a exemplo de outras feiras que acontecem nas grandes capitais.

Doralice Raimunda Alves, expositora de discos de vinil, explica que a feira hoje se tornou um cartão de visitas para os 22 expositores que trabalham atualmente com a venda de relíquias na Praça Ary Coelho, “ Nós só temos o que comemorar, a feira é um sucesso, recebemos diversos convites para expor em outras cidades, já realizamos eventos em Aquidauana e Agua Clara, temos marcado evento em Dourados, e para o dia 17 de setembro na Tapiocaria em Campo Grande, vamos iniciar o Corredor Cultural na Orla ferroviária esta semana, a feira expandiu, nós conquistamos espaço e o respeito do público, com produtos de alta qualidade, tornado-se referência para o segmento”, explicou Doralice

Edil Albuquerque que participou da festa realizada na Praça Ary Coelho neste domingo em comemoração aos dois anos da feira e dia dos pais afirmou que ao presenciar a organização do evento, a receptividade do público e o ambiente agradável, é ver um sonho realizado” Quando idealizamos a feira, trabalhamos para a criação da infraestrutura do local, para a divulgação e consolidação de mais uma renda para os comerciantes e hoje presenciamos que a Associação de Antiguidades e Coleções do MS trabalhando em equipe, levaram adiante o projeto, tornando-o grandioso, destacando o segmento, consolidando mais um atrativo para a nossa cidade, sendo referencial no setor” elogiou Edil.

Doralice agradeceu a visita do Edil em uma data importante para os expositores e disse “Ele criou esta lei que tanto nos beneficiou, nos alavancou profissionalmente e garantiu mais uma opção de lazer para apreciadores deste tipo de artigo e, por consequência, de negócio para quem os comercializa, sou muito grata ao Edil, e só presencio a feira crescendo cada dia mais”, destacou Doralice.

Lei
A Feira de Antiguidades é realizada todo segundo domingo do mês, na Praça Ary Coelho, das 9h às 17h, a exemplo de como é feita em outras localidades do país. Nas regras de funcionamento, é proibida a comercialização de produtos novos, artesanatos ou alimentos no local.

Podem participar da Feira pessoas ou entidades que se cadastrarem na Sedesc ou receberem credencial de identificação do município. A participação se estenderá para pessoas ou entidades de municípios vizinhos, desde que devidamente cadastrados. Já a administração do evento será compartilhada por um grupo de pessoas, escolhidas por meio da Associação de Antiguidades e Coleções de MS.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS