Ensaio Geral - FCMS realiza palestras sobre chegada da ferrovia NOB
Antiguidades | Da redação/com FCMS | 06/05/2014 09h33

FCMS realiza palestras sobre chegada da ferrovia NOB

Compartilhe:

Campo Grande – A Fundação de Cultura do governo do Estado por meio da Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural lança o projeto comemorativo ao Centenário de Chegada da Ferrovia NOB em Campo Grande/MS. O evento acontece na próxima sexta-feira (09/05), às 8h30, no Auditório do Museu da Imagem e do Som de MS – MIS/MS.

A Fundação de Cultura promoverá debates aberto ao público com autoridades especialistas da Ferrovia Noroeste do Brasil. Tendo como mediadora a Profª PhD Maria Augusta de Castilho, a mesa contará com a Superintendente do IPHAN-MS Norma Dáris Ribeiro que falará sobre o processo de Tombamento Federal da Ferrovia NOB em MS. Também haverá a participação da Profª Mestre Arlinda Montalvão de Oliveira, de Três Lagoas que irá discorrer sobre o tema - A Ferrovia e a formação de MS e o renomado Prof. Dr. Paulo Roberto Cimó Queiróz, da UFGD/Dourados que terá como foco  - A ferrovia NOB e o desenvolvimento de nosso Estado. Após as palestras acontecerá um café literário em que  a Life Editora fará a exposição de publicações que enfocam a história de MS e a ferrovia.

Essa ação acontece no mês de maio como ponto de reflexão aos historiadores e acadêmicos a respeito da NOB e do desenvolvimento de nosso Estado, servindo como motivação para inúmeras atividades que a cidade ainda irá realizar a respeito dessa temática, principalmente no mês de setembro quando se deu a ligação das duas frentes de trabalho da ferrovia NOB.
 
EF Noroeste do Brasil
 
Em 1914 os trilhos da EF Itapura- Corumbá chegava até Campo Grande significando progresso, pois a população estava se libertando do primitivismo dos carros de boi, carroças e lombos de burros. A instalação da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil gerou impactos positivos desde o traçado das ruas ao aspecto estratégico-político-militar com a transferência do Comando da Circunscrição Militar de Corumbá para Campo Grande. A chegada da estrada de Ferro Noroeste do Brasil ao sul de Mato Grosso, em pleno início do século XX, além de marcar a ocupação definitiva do oeste brasileiro, tem sua relevância para a segurança nacional, a integração intercontinental gerando ainda a abertura de novas perspectivas econômicas na região.
             
Serviço: O evento acontece no MIS (Museu da Imagem e do Som) na próxima sexta-feira (09/05) às 8h30min. Os participantes irão receber declaração de participação. As palestras são abertas ao público.

Para mais informações, entre em contato com a Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural, da FCMS, 3316 9155.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS