Ensaio Geral - Arquivo Público realiza assessoria e Inventário Histórico em Alcinópolis e Costa Rica
Antiguidades | Da redação/com Assessoria | 23/06/2014 11h17

Arquivo Público realiza assessoria e Inventário Histórico em Alcinópolis e Costa Rica

Compartilhe:

Campo Grande (MS) - A Fundação de Cultura do governo de Mato Grosso do Sul, através do Arquivo Público Estadual, realiza entre os dias 24 e 27 de junho (terça a sexta) a assessoria técnica e o projeto “Inventário dos Acervos Documentais da História dos Municípios e do Estado de Mato Grosso do Sul” com o levantamento dos acervos de Alcinópolis e Costa Rica.

A equipe formada pelas historiadoras Áurea Coeli e Lira Dequech realizará levantamentos, reuniões e treinamentos em instituições públicas dos municípios. O Arquivo Público Estadual busca sensibilizar os gestores municipais a adotar uma política de preservação de seus bens patrimoniais e a visualizar a necessidade da criação de Arquivos Municipais ou outro equipamento cultural cabível.

Cada município visitado recebe um manual com informações básicas a respeito da instalação, incluindo uma minuta do projeto de lei para a criação do mesmo e a assessoria permanente.

Já o projeto do inventário propõe uma parceria com os municípios no levantamento e registro da massa documental produzida pela administração pública. A partir desta ação os gestores poderão visualizar com clareza a situação real da documentação e traçar diretrizes para a gestão documental e preservação da memória do município.

O trabalho irá abranger o Poder Executivo e Legislativo e também acervos particulares que sejam importantes na formação da história do município ou Estado, revelando os documentos que temos, onde e como os mantemos. “Não há intenção de recolher os documentos ao Arquivo Público Estadual, pois, permanecendo no lugar que lhe deu origem, seu valor terá uma dimensão especial”, explica Lira Dequech, coordenadora do Arquivo Público do Estado.

Após inventariar a massa documental e registrar todo o trabalho, o Arquivo Público Estadual publicará o resultado no formato de um catálogo. Com os documentos revelados ao público, a responsabilidade de guarda assumirá um peso maior, garantindo elementos para a adesão a uma política de preservação dos acervos.

Serviço: Outras informações sobre o projeto “Inventário dos Acervos Documentais da História dos Municípios e do Estado de Mato Grosso do Sul” podem ser obtidas no Arquivo Público Estadual, que fica no Memorial da Cultura, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, térreo ou pelo telefone 3316-9167.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS