Agenda | FCMS | 30/05/2020 09h33

Bate-Papo Cultural da FCMS aborda Fundo de Investimentos Culturais

Compartilhe:

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) com toda essa situação da pandemia do Covid-19 está utilizando novas ferramentas de comunicação para informar suas ações e ter um contato mais próximo com seus diversos públicos.

Por isso nas próximas terças-feiras, às 10 horas da manhã, será disponibilizado o Bate-Papo Cultural pela live do Instagram: fundacaodeculturams, onde a diretora-presidente Mara Caseiro conversará a cada terça-feira com um dos responsáveis pelos diversos setores da Fundação de Cultura e ambos poderão responder as perguntas e dúvidas dos internautas sobre determinado tema. O primeiro Bate-Papo Cultural ocorreu na terça-feira (26), com a Gerente de Desenvolvimento de Atividades Artesanais, Katienka Klain que tratou de diversos assuntos relacionados ao Artesanato.

O próximo Bate-Papo Cultural será na terça-feira, (02 de junho), às 10h, com a Gerente do Fundo de Investimentos Culturais, Solimar Alves de Almeida que tratará de assuntos como a retomada do FIC, andamento dos prazos, realização dos projetos aprovados que preveem público durante a pandemia e possibilidade de lançamento de novo edital para esse ano.

FIC/MS

O Fundo de Investimentos Culturais estimula desde 2002 a criação, a produção e difusão das manifestações artístico-culturais em todos os municípios sul-mato-grossenses. Instituído pela Lei 2.366/2001 e reorganizado pela Lei 2.645/2003, o FIC tem como princípio prestar apoio financeiro a projetos culturais da comunidade, fomentando o mercado artístico e diminuindo a distância do público com as mais diversas manifestações, tradições e valores da cultura.

Os editais promovem a democratização de acesso a recursos para as áreas de música, dança, teatro, artes plásticas, audiovisual, literatura e festas populares. Os selecionados participam de programas e ações executadas pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul no decorrer do ano estimulando a valorização e difusão das manifestações artístico-culturais do Estado.

Mais ações da FCMS na pandemia

Dentre algumas atuações já realizadas, tivemos o MS Cultura Presente I, que beneficiou centenas de artistas dos mais variados segmentos culturais do Estado com o valor de R$ 1.800, já que foi um dos setores da economia mais atingido com essa crise e há previsão para o lançamento do MS Cultura Presente II na primeira quinzena de junho para seleção das vagas remanescentes do primeiro edital.

A 18ª Semana Nacional de Museus, que aconteceu de 18 a 25 de maio, com o tema “Museus para a Igualdade: Diversidade e Inclusão”, foi uma ação inovadora on-line que contou com a participação da FCMS e de outros museus do Estado, totalmente sintonizada com os novos tempos da pandemia do novo coronavírus. Representantes de diversas instituições se encontraram com o público virtualmente em eventos transmitidos ao vivo pelas redes sociais da FCMS e as mesas temáticas tiveram a participação de intérpretes de libras nas lives.

Outra ação importante foi no setor do Artesanato, com a inovação do serviço de entrega na Casa do Artesão, pois a unidade é uma fonte de renda importante para mais de 700 artesãos do Estado que estão cadastrados na unidade. E agora pelo Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB) do Governo Federal é possível obter ou renovar a carteira do artesão, podendo realizar todo o processo de pré-cadastro on-line. Após essas etapas concluídas, os profissionais passarão por um teste de habilidade obrigatório, que poderá ser realizado também na modalidade on-line pela Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais da FCMS, e tudo de forma gratuita.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS